Melhores Kits de Energia Solar

kits energia solar

kits energia solar

Já ouviu falar dos melhores kits de energia solar? O mercado brasileiro não tem escassez de equipamentos de alta tecnologia para obter energia solar. Qualquer pessoa que desejar pode usufruir, para tanto é importante saber escolher os kits de energia solar corretamente.

Qual o melhor kit de energia solar? Os principais critérios para que você possa escolher incluem:

  • Eficiência da conversão de energia solar em eletricidade;
  • Dimensões e número de fotocélulas em um módulo;
  • Material, plástico, metal;
  • Equipamentos, métodos de conexão;
  • Peso, complexidade da instalação e manutenção;
  • Compatibilidade com equipamentos de outros fabricantes;

Possibilidade de expansão e modernização além de resistência ao estresse mecânico e fatores ambientais negativos.

Melhores Kits de energia solar para sua casa

A nomeação dos melhores conversores de luz solar em eletricidade incluiu painéis de fabricantes correspondentes à categoria Tier-1. A qualidade e a confiabilidade dos produtos dessas marcas foram testadas há mais de 12 anos e confirmadas por avaliações de clientes.

Como escolher um conjunto de painéis fotovoltaicos?

Material da bateria fotovoltaica

As baterias fotovoltaicas são feitas de uma variedade de materiais, a ver como monocristalinas, policristalina, amorfo e filme fino. Cada um desses materiais tem impacto no princípio de trabalho dos painéis fotovoltaicos e na quantidade de energia obtida em 1 vez.

Todas as baterias fotovoltaicas são feitas de silício, mas os painéis monocristalinos têm uma pureza muito alta de silício. Assim, eles são muito mais eficientes em converter a energia do sol em eletricidade e ostentam grande desempenho.

Os painéis policristalinos minimizam o desperdício de produção porque eles usam todo o silício. São ecologicamente corretos e mais baratos que os painéis monocristalinos, mas não tão eficazes.

Vale acrescentar também que eles não são absolutamente adequados para uso em áreas com altas temperaturas.

As baterias fotovoltaicas de filme fino são significativamente mais baratas em termos de preço de produção e preço de compra.

Assim, são consideradas uma opção barata para quem procura uma opção de alimentação mais barata, porém, eles tendem a se degradar mais rápido e podem “persistentemente pedir” reparos.

Então, se você quiser instalar um sistema solar em sua própria casa, olhe muito de perto o material das baterias fotovoltaicas ou consulte um especialista sobre as diferenças.

Assim, você poderá descobrir qual opção atende aos requisitos energéticos da sua casa ou edifício.

Explore marcas de baterias fotovoltaicas

Aproveite para aprender sobre marcas de baterias fotovoltaicas no mercado e sua reputação de qualidade e acessibilidade.

Recentemente, a indústria solar alcançou um crescimento muito grande, e muitos bons fabricantes de baterias fotovoltaicas surgiram no mercado.

Leve em conta a garantia de desempenho do fabricante e escolha uma marca que ofereça painéis de alta qualidade e acessíveis.

Local de instalação

Planeje onde você vai instalar os kits de energia solar para sua casa. Certifique-se de que é um bom lugar onde os painéis podem obter sol direto em um vento fraco.

Você pode instalá-los no chão ou instalar painéis no telhado. Consulte um profissional de energia solar para encontrar um bom lugar em sua casa para instalar baterias fotovoltaicas.

Orçamento

Certifique-se de que você pode se dar ao luxo de instalar um sistema solar. Talvez a instalação inicial para você seja cara, mas se você olhar para a situação de forma mais ampla, significa uma grande economia em longo prazo.

A tecnologia continua a evoluir, e novas maneiras inovadoras de melhor uso da energia solar estão surgindo. Como resultado, a energia solar tornou-se a opção preferida para a maioria das casas e empresas em todo o mundo.

Kits de energia solar – tipos, parâmetros, eficiência

Existem muitos tipos de kits de energia solar a partir de fontes renováveis. Uma das mais populares hoje em dia é a energia solar, da qual podemos obter calor e eletricidade.

As células fotovoltaicas também são frequentemente chamadas de painéis solares, e são cada vez mais utilizadas tanto por indivíduos quanto por instituições públicas.

Curiosamente, as primeiras células solares apareceram no final do século XIX. Então, com a ajuda deles, a corrente foi obtida pela primeira vez. Naquela época, selênio e ouro eram usados para construí-los, e eles eram caracterizados por uma eficiência energética de 1%.

As células solares modernas são mais frequentemente feitas de silício. Os mais populares são caracterizados pela eficiência energética de cerca de 20%. Atualmente, os melhores resultados são mais de 40%.

Tipos de células fotovoltaicas e seus parâmetros

  • Fotovoltages são geralmente divididas devido à forma de silício que foi usado para fazê-los.
  • Amorfo – eles são feitos de silício não cristalizado, são os mais baratos, mas você tem que considerar o fato de que eles também têm a menor eficiência. Na maioria das vezes usados como elementos de módulos transparentes em serviços públicos.
  • Policristalina – eles são feitos de silício cristalizado, que geralmente é azul na cor. Estes são elementos com um preço médio. Eles são mais frequentemente escolhidos para criar módulos usados em casas unifamiliares.
  • Monocristalino – feito de grandes cristais de silício. Um pedaço de silicone de tamanho adequado é cortado em placas finas. Eles são os mais eficazes, além disso, caracterizados pela alta resistência. Sua alta qualidade é acompanhada por um preço alto.

Nos últimos anos, houve também o desenvolvimento de painéis solares de segunda geração. Ao escolher módulos solares, você deve prestar atenção, antes de tudo, a dois parâmetros que são definidos pelos fabricantes:

Tolerâncias de energia – este parâmetro significa que a potência declarada do módulo nas condições especificadas pelo fabricante não será inferior ao valor especificado. Esse valor deve ser positivo e varia de 0 a 5%;

Potência de pico – este parâmetro determina a potência que é alcançada pela célula em condições ideais. No entanto, deve-se lembrar que os links perdem força ao longo do tempo, isso é cerca de 0,5% ao ano. Porém ao mudar as placas será mais barato, uma vez que a instalação dos quadros já estarão lá.

Sem dúvidas um kit de energia solar é um grande investimento a longo prazo, porém vale muito o investimento.

Mais do que escolher o melhor kit você também deve procurar os melhores profissionais, a fim de ter a certeza de que está fazendo o investimento certo sem problemas futuros.

Comece a economizar desde já, compre e instale um Kit solar. Até a próxima!

Esse conteúdo foi desenvolvido em parceria com o site Solar Eólica Renovável, um site especializado em energia renovável para você ficar atento sobre o assunto.

Leia mais: Como trabalhar na área de construção civil?